Olive


A COVID-19 aumenta significativamente a demanda por seguro e serviços de saúde internacionais

18 de maio de 2020
 

A Allianz Care declarou um aumento significativo na demanda por serviços de seguro-saúde internacional desde o início da pandemia da COVID-19. Em relação ao ano passado, as vendas de seguros para indivíduos e famílias cresceu em 235% na Alemanha, 100% em Singapura e 65% nos Emirados Árabes Unidos. A Allianz Care é a marca de saúde internacional da Allianz Partners.
 

Houve também um aumento na demanda por aconselhamento e serviços digitais de saúde e bem-estar:

  • Aumento de 48% no tráfego do site da allianzcare.com em março, e um aumento de 83% em abril, já que os visitantes querem se manter atualizados com as últimas informações sobre a pandemia.
  • 6.000 inscrições no canal da Allianz Care na plataforma BrightTALK, usada para transmitir webinars sobre a COVID-19. Antes da pandemia, a média de inscritos era de 380 pessoas. Quase 3.000 membros segurados assistiram a um webinar com a Dra. Ulriche Sucher, a Diretora Médica da linha de seguros-saúde internacional da empresa, em que ela resumiu as recomendações de proteção contra o vírus.
  • Houve um aumento significativo na demanda pelo Programa de Assistência ao Empregado (PAE) da Allianz Care. Os usuários estão à procura de conselhos financeiros, assim como de serviços de aconselhamento pessoal e dicas para lidar com o estresse.
  • Aumento de 27% nas ligações feitas para a o serviço de aconselhamento médico por telefone, disponível 24 horas por dia, sete dias por semana. O serviço conta com uma equipe médica experiente que responde a dúvidas em tempo real, incluindo aconselhamento médico em geral e informações sobre como se manter saudável. Para fornecer apoio extra, o verificador de sintomas digital da COVID-19 foi adicionado ao serviço, e já foi usado por mais de 46.000 clientes até o momento.
  • Aumento em relação ao ano passado nas vendas de seguro individual em quase todos os mercados, com destaque para 235% de crescimento na Alemanha, 100% em Singapura, 65% nos Emirados Árabes Unidos, 62% na Itália, 57% na França e 48% na Espanha.

A Allianz Care tem oferecido apoio contínuo para os membros durante a pandemia ao confirmar que os clientes que contraírem a doença estão devidamente cobertos. A empresa também fez mudanças temporárias na cobertura, como estender o período de tratamento médico de emergência de 6 para 21 semanas para quem foi obrigado a ficar confinado fora de sua região de cobertura.

 

Ao comentar sobre o pico na demanda por serviços de suporte e as ações tomadas para atendê-la, Paula Covey, Diretora de Marketing da linha de seguros-saúde internacional da empresa, disse:

“Essa emergência global decorrente da pandemia da COVID-19 não tem precedentes no impacto que está causando nas pessoas e nas empresas. É claro que as pessoas estão preocupadas, não apenas com a própria saúde, mas também com suas famílias e entes queridos. Há também um clima de incerteza geral, e a preocupação só cresce em relação ao impacto financeiro e emocional. O aumento na demanda por serviços de suporte e aconselhamento não foi uma surpresa, seja no PAE, na Central de Atendimento, webinars ou no próprio site. No entanto, a escala dessa demanda nos pegou um pouco de surpresa. Ficamos satisfeitos especialmente com o alto nível de participação e engajamento nos webinars.

“A reação ao nosso verificador de sintomas para a COVID-19 também mostrou como as pessoas desejam tirar dúvidas da segurança de suas próprias casas, em um momento em que hospitais e clínicas estão lotados ou lutando para enfrentar essa situação. Além disso, nosso serviço de aconselhamento médico oferece aos nossos clientes acesso a mais de 120 profissionais de saúde, que podem ajudá-los onde quer que estiverem.

“Em resposta à situação em que nossos clientes podem se encontrar, também alteramos alguns termos de nossas apólices. Queremos oferecer apoio a quem está preso fora de sua região normal de cobertura devido às restrições de viagens no mundo todo. Assim, nossa cobertura para emergências médicas fora da área normal de cobertura foi estendida de 6 para 21 semanas. Situações de emergência como essa nos dão a chance de provar que realmente nos importamos com nossos clientes. Não se trata de uma promessa vazia. Temos que estar à disposição de nossos clientes e, do ponto de vista de continuidade de negócios, já tínhamos tomado todas as medidas necessárias para que nossa equipe pudesse trabalhar de casa. Desta forma, a transição para o “home office” ocorreu sem maiores problemas e estamos operando da mesma forma, como se estivéssemos no escritório da empresa ”.

últimas notícias sobre a COVID-19