Você está usando um navegador desatualizado. Mude para um navegador mais moderno, como Chrome, Firefox ou Microsoft Edge. (Abrir no Edge)

 problemas de saúde

 

Ter um bebê no exterior: o que fazer quando sua família não estiver por perto para ajudar


6 de maio de 2020
 
Se você já estiver grávida ou estiver planejando engravidar, procure saber o que esperar nesse momento tão importante da sua vida.

Pesquise quais benefícios de maternidade estão disponíveis a expatriados no seu país de destino. Pergunte ao seu empregador qual sistema de maternidade se enquadra a você: o do seu país de origem ou de destino? Observe que os benefícios de maternidade para expatriados podem variar muito dependendo de cada país.

 

Depois de checar os benefícios de maternidade disponíveis no seu país de destino, você também precisa checar se você se qualifica a eles. Alguns países determinam que você trabalhe no país por um período mínimo de um ano para se qualificar aos benefícios de maternidade. Outros países não oferecem benefícios de maternidade a estrangeiros.

 

Se o atendimento pré-natal não estiver disponível ou não for adequado às suas necessidades, você pode explorar outras opções. Os planos internacionais de saúde para famílias expatriadas oferecem cobertura para o tratamento contra a infertilidade, o atendimento pré e pós-natal, rotinas da maternidade e complicações na gravidez. Você também pode optar por serviços de suporte, como yoga para gestantes ou consultores de amamentação, dependendo do plano escolhido. Ter acesso aos melhores serviços de maternidade disponíveis no seu país de destino, aliviará um pouco a ansiedade de se tornar mãe enquanto estiver longe da família e dos amigos.
Ter seu primeiro filho no exterior, enquanto você ainda estiver se adaptando a sua nova vida pode ser bastante assustador. Um dos aspectos mais difíceis da vida no exterior é não ter a família e os amigos por perto, principalmente neste momento especial de sua vida.
Não importa onde você esteja, é bem provável que exista algum grupo de apoio aos pais de primeira viagem perto de você. Existem algumas maneiras fáceis de encontrar apoio:
  • Afilie-se a um grupo de apoio a famílias expatriadas: se você estiver em um destino popular para expatriados, é bem provável que haja algum grupo de apoio que você possa se afiliar. Converse com outros pais, conte seus medos e preocupações. Outras famílias podem oferecer conselhos sobre como ter um bebê no país em que você se encontra e sobre os desafios que você enfrentará na criação de seus filhos no exterior.
  • Faça um curso de cuidados pós-natal: essa é uma ótima maneira de conhecer outros pais de primeira viagem como você. Embora em muitos casos esses cursos sejam oferecidos no idioma local, pode ser que hajam opções em outros idiomas - principalmente se você estiver em uma cidade popular entre expatriados.
  • Participe de um grupo de recreação, como aulas de massagem ou natação para bebês: conheça outras mães através da participação de uma atividade centrada no bebê.
  • Pesquise nas mídias sociais: busque no Facebook grupos como 'pais de primeira viagem’ em sua área. Se isso não der certo, verifique se há grupos para expatriados no estilo “confraria” no seu novo país. Assim, você pode fazer novas amizades e ampliar sua rede de apoio.
  • Organize uma visita: se possível, organize uma viagem para que sua família ou amigos possam te visitar assim que o bebê nascer. Deixe claro que o motivo da visita é passar tempo com você e com o bebê, e não passear e visitar pontos turísticos.

  • Programa de assistência a expatriados: se você estiver achando sua experiência no exterior particularmente difícil, procure falar com alguém o mais rápido possível. Se o seu plano internacional de saúde oferecer o programa de assistência a expatriados, você contará com ajuda profissional que pode ser acessada de forma rápida e fácil.

 

Embora não seja o mesmo que ter sua família e amigos por perto, pode ser que você encontre uma rede de apoio, tão essencial nessa nova etapa de sua vida.